quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Um mês após ocupação, moradores do Complexo do Alemão mostram divergências

Redação SRZD | Rio+ | 29/12/2010 17h47
Após um mês da ocupação do Complexo do Alemão, surge divergências sobre as vantagens da ação policial. Para a Polícia Militar do Rio, a entrada no território foi uma ação positiva, porém para alguns moradores não houve benefícios e temem a formação de milícias na região.

Segundo a polícia, a expectativa é oferecer serviços públicos à comunidade para acabar definitivamente com a ação dos bandidos nas favelas ocupadas. "O nosso balanço é extremamente favorável", disse o relações públicas da PM, coronel Henrique de Lima Castro.

Alguns moradores receiam a volta de traficantes, outros defendem a saída dos policiais, pois, segundo os moradores, teriam manifestado sinais de formação de milícia na localidade. A dona de um estabelecimento comercial afirmou ter recebido ameaças de traficantes, em bilhetes deixados sob a porta da loja. De acordo com ela, o autor diz que vai incendiar o estabelecimento.

A Seção de Comunicação Social da Força de Pacificação informou que as denúncias recebidas de moradores serão encaminhas para o setor de inteligência, a quem caberá apurar os procedimentos relatados.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial